Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Olá!

 

Esta semana que passou foi a primeira da Primavera. Tem sido com muito gosto que temos visto as árvores, principalmente as de fruto, a florir, não sem ficarmos um pouco alarmados com isso. Andamos também apreeensivos com a parte das regas, dado que estas são essenciais para o bom desenvolvimento das hortaliças. Ainda não nos faltou água - felizmente - mas tememos pelo Verão. Gostávamos tanto que caísse uma chuvinha.

 

Mas, enquanto a chuva não vem, vamos deixando as nossas cebolas na terra para engrossarem. E, este ano, estamos muito orgulhosos desta seara.

IMG_20190326_161735_371.jpg

 

 

Estamos também orgulhosos de cada vez conseguirmos levá-las mais longe, a par com todos os outros produtos que vamos tendo disponíveis conforme a natureza tem mandado. A todos os que nos têm ajudado neste caminho, já sabem que para eles o nosso abraço é grande e apertado. Sabem também o quão profundamente estamos agradecidos por, não só acreditarem tanto como nós neste projecto, como também fazerem questão de consumir o que é de cá e terem muito orgulho nisso. É, de facto, uma benção ter tanta gente boa à nossa volta.

 

E agora o cabaz:

 

Grande - batata vermelha lavada, cebola nova, cenoura sem rama, couve-coração, brócolo, beterraba com rama, alface, curgete, maçã, laranja e kiwi.

 

Médio - batata vermelha lavada, cebola nova, couve-coração, brócolo, beterraba com rama, alface, maçã e laranja.

 

Encomendas no nosso site: http://my.donahorta.pt/,

Ou por telefone (09h-13h/14h-16h) - 262 507 440

Ou por email - cabaz@donahorta.pt

 

Até breve :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um destes dias chegámos a casa muito tarde, muito cansados e com muita vontade de comer um valente caril. Quis o destino - ou outra coisa qualquer que o valha - que tivéssemos a jeito uma couve-flor, das sobras. É que, como sabem, na Dona Horta, não só produzimos e temos disponível para encomenda os nossos produtos como também os comemos. A juntar a isso, nada se desperdiça. As sobras do dia são distribuídas pela equipa e assim evitamos desperdícios que, cada vez menos, fazem sentido.

 

Ingredientes:

 

1 couve-flor média, desfolhada, cortada em floretes todas mais ou menos do mesmo tamanho.

 

50 gramas de manteiga, preferencialmente sem sal (cortamos a olho da barra da manteiga, é mais coisa menos coisa)

 

150 gramas de lentilhas vermelhas (temos sempre em casa, adoramos leguminosas e estamos a trabalhar para ter uma grande variedade delas disponível no nosso site até ao fim deste semestre | usamos as de pacote, dos celeiros desta vida, mas também podem utilizar já cozidas)

 

1/2 copo de água quente

 

1 colher, das de sobremesa, de caril

 

1 colher, das de café, de gengibre

 

1 colher, das de café, rasa de piri-piri moído

 

200 ml de natas de arroz

 

3 colheres, das de sopa, de lascas de côco 

 

3 pés de coentros

 

sal e pimenta a gosto

 

E agora? O que fazer com isto?

 

Fácil!

 

IMG_20190318_203913_721.jpg

 

 

1. Lava-se a couve-flor. Até se pode deixar de molho uns minutos em água fria com uns pingos de vinagre de vinho.

 

2. Coloca-se a manteiga num tachinho a derreter. Quando assim estiver, juntam-se as especiarias. Quando estas começarem a perfumar a cozinha junta-se a couve-flor, escorrida e deixa-se até começar a dourar nas pontinhas.

 

3. Juntam-se as lentilhas, envolve-se. Quando ferver junta-se a água quente, as lascas de côco e tempera-se de sal e pimenta.

 

4. Aguardam-se cinco preciosos minutos e juntam-se as natas de arroz. Aguardam-se outros três minutos, desliga-se o fogão, juntam-se os coentros lavados e picados e voilá!

 

Acompanha com arroz da variedade basmati. Nós estávamos com tanta fome que fizemos logo no microondas.

 

Ah! Não tínhamos espinafres. Mas quando temos adicionamos os ditos na mesma altura que as lentilhas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

OLÁ! Assim, logo, em garrafais.

Hoje temos uma data de coisas para falar com vocês.


Primeiro que tudo, as maçãs. Há da variedade royal gala (vermelhas e sumarentas), da fuji (vermelha e rija que só ela), golden (a amarelinha) e a reineta. Casanova já era. E, a menos que haja um milagre, estamos em acreditar que só voltaremos a ter destas meninas na próxima cresta (lá para Setembro).

Segundo que tudo, as batatas. Passamos a ter três variedades disponíveis: as de assar, branquinhas; as de cozer, vermelhas e lavadas (mas não custa nada passá-las por água novamente, quando estiverem em vias de ser descascadas e irem para a panel) e as de fritas (brancas).

Terceiro, as cebolas. Iniciámos esta semana a nossa colheita de cebolas que, assim sendo, são novas. Relembramos que estas têm um sabor mais intenso que as tradicionais (que são iguais às novas com a diferença que estão armazenadas; as novas vêm direitinhas da terra para a nossa mega pista de preparação dos cabazes). Adoramos fazer esta cultura porque, à parte de de vez em quando lá termos de andar com os quadris no ar a arrancar ervas, não dá trabalho nenhum. Também temos de ir lá, de vez em quando, ligar ou desligar o motor da rega só que, como estamos num meio bonito, com vista de mar e de serra, até nos esquecemos que estamos a trabalhar.

Quarto: couve-flor direitinha para os cabazes grandes desta semana. Só pomos neste porque temos receio que não chegue para todas as encomendas. Entretanto somos capazes de ficar uns tempos com a produção destas meninas bastante limitada (disse-nos o entendido, o Sr Daniel)

Quinto: o feijão verde desceu e não foi brincadeira nenhuma. Aproveitem. E há mais promoções já aqui em baixo :)

 

Sexto: laranjas para todos os cabazes esta semana. Aparentemente não são perfeitas mas, na realidade,  o que é que isso interessa desde que sejam boas?

 

IMG_20190318_193906_489 (1).jpg

 

Cabaz Grande - cenoura sem rama, cebola nova, espinafre, cogumelo branco, couve-flor, alho-francês, alface, maçã royal gala, laranja, clementina e ervas aromáticas (salsa & coentros)

 

Cabaz Médio - cenoura sem rama, espinafre, cogumelo branco, alho-francês, alface, maçã royal gala, laranja e ervas aromáticas (salsa & coentros)

 

Produtos em promoção esta semana:  abóbora e ovos.

 

Encomendas aqui: http://my.donahorta.pt/

 

Até breve!

Autoria e outros dados (tags, etc)

IMG_20190312_191039_406.jpg

 

 

Muito se fala sobre fibra e o seu consumo mas será que sabemos realmente o que é e donde vem?

 

A fibra (alimentar ou dietética) é um hidrato de carbono não digestível presente em alimentos tais como frutas, leguminosas e alguns vegetais.

 

Sabia que o intestino delgado não é capaz de digerir e absorver a fibra alimentar? Esta chega intacta ao intestino grosso, fazendo com que este seja o grande benefício da fibra.

 

Existem dois géneros de fibras:  solúvel e insolúvel.

Género de fibra

O que é?

Onde se encontram?

Fibra Solúvel

São pectinas, gomas (não as doces!) e mucilagens;

Dissolvem-se em água, formando um gel;

Este gel para além de prolongar o tempo de digestão no estômago e no intestino delgado, aumenta a absorção dos nutrientes;

Para além disso, estas fibras são facilmente fermentadas no cólon e permitem a multiplicação de bactérias.

Frutos;

Hortícolas;

Leguminosas (feijão, grão-de-bico, favas, lentilhas, soja);

Frutos secos (nozes, amendoins);

Alimentos que contenham aveia, cevada ou centeio.

Fibra Insolúvel

São as celuloses, as hemiceluloses e as ligninas;

Não se dissolvem em água, o que ajuda o aumento da motilidade intestinal;

Têm acção espessante e não são fermentadas no intestino;

Alguns tipos de fibra insolúvel, tal como as de amido resistente, podem ser totalmente fermentadas.

Cereais inteiros (não processados) e nos seus derivados integrais;

Hortícolas.

 

 

Top 5 de alimentos com maior teor de fibra

 

 

 

Frutos

Leguminosas

Hortícolas

1

Coco seco, ralado

21,1g

Favas secas cruas

27,6g

Alcachofra cozida

5,6g

2

Damasco seco

19g

Feijão branco cru

22,9g

Beringela grelhada com azeite

4,4g

3

Ameixa seca

15,6g

Feijão manteiga cru

22,9g

Couve de bruxelas crua

3,8g

4

Figo seco

11g

Ervilhas secas cruas

15g

Couve roxa crua

3,3g

5

Maçã seca

9,5g

Grão de soja seco, cru

14,3g

Couve galega crua

3,1g

Fonte: Tabela de composição dos alimentos, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

 

Quais são os seus benefícios?

 

 - Facilita a digestão, principalmente os alimentos ricos em fibras insolúveis.

 

- Altamente saciante, o que auxilia positivamente o controlo do peso e a gestão da fome.

 

 

- A função da fibra a nível do trânsito intestinal é sem dúvida a sua função mais conhecida e valorizada, pois reduzem a prisão de ventre e melhoram o trânsito intestinal.

 

- Controla o colesterol pois uma alimentação rica em fibras contribui para a diminuição da absorção do colesterol, o que por sua vez tem um efeito preventivo no desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

 

- O consumo de alimentos ricos em fibra solúvel acaba por diminuir a digestão e absorção dos hidratos de carbono, o que ajuda a regular a glicémia (Açúcar no sangue).

 

 

Para tirarmos um maior proveito dos benefícios da fibra recomenda-se a ingestão diária de pelo menos 25g/dia de fibra, ou seja, deve ingerir o equivalente a pelo menos cinco porções de produtos hortícolas por dia, que consiste em 2 peças de fruta (tamanho médio de 160g) e 300 g de legumes por dia, em sopa ou salada.

 

 

 

Dicas:

Faça um creme de legumes e coloque leguminosas;

Consuma sopa com legumes de folhas verdes escuras e leguminosas (feijão vermelho com couve lombarda, grão com espinafres) duas vezes por semana;

Inclua flocos de aveia no pequeno-almoço, bem como algumas frutas secas/desidratadas;

Consuma 2 vezes por semana, arroz ou massa integral;

 

Até breve!

 

Ana Pires

(nutri 100stress)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olá :)

A brincar a brincar já passou um mês desde a nossa parceria com a Ana Pires, a nutricionista Dona Horta de formação e de coração. Na próxima terça-feira fiquem de olho bem aberto porque sai mais um novo artigo espectacular que vai estar disponível para consulta gratuita no nosso blogue. Deixaremos o link no facebook e algumas pistas no instagram, que há que ser modernos não só na lavoura mas também na forma de comunicar :)

Falando em modernices, nós cá andamos de volta de uma engenhoca para enganchar no tractor para nos facilitar a vida lá nos campinhos (depois explicamos melhor, é que há coisas que só vendo e não vale rir). O Senhor Daniel anda doido feito serralheiro - é que é de dia e de noite - mas desengane-se quem pense que se descuidou com as plantações. A prova disso mesmo está nas espectaculares couves-flor que vão direitinhas para os cabazes desta semana. 

Ah isso é tudo muito bonito mas e receitas? Tenham calma. Tenham calma que esta semana elas aparecem e vêm logo em dose dupla (no blogue).

 

Cabaz Grande - cebola, cenoura, arião, curgete, alface, couve-flor, nabo sem rama, maçã royal gala, clementina, laranja e ervas aromáticas (salsa e coentros).

 

Cabaz Médio - cebola, cenoura, agrião, curgete, couve-flor, maçã royal gala, clementina e ervas aromáticas (salsa e coentros).

 

Encomendas é só CLICAR AQUI!

 

Até já :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dona Horta
 

Olá :)

Como já vem sendo hábito nos últimos anos - que já por cá andamos há uns quantos - na terça-feira, como é feriado, não vamos fazer entregas. Vamos sim fazer entregas na quinta e também na sexta-feira. Assim, esta semana:

- vamos a Leiria apenas na quinta-feira;
- vamos à Batalha na quinta-feira;
- também vamos à Marinha Grande, na quinta-feira.
- sexta-feira é dia de ir às Caldas da Rainha e a Óbidos com os desvios do costume (Tornada e Alfeizerão).
- sexta-feira vamos também a Alcobaça, claro.

Não há é entregas em Lisboa.

Perguntaram-nos, durante a semana passada, como conseguíamos ter tomates tão espectaculares nesta altura do ano. A resposta é uma: estufa. Mas se acham que as nossas alfaces também o são, desenganem-se: as nossas alfaces são de rua e, acrescentamos, mais naturais não podiam ser. Plantámos e deixámos crescer e foi só.

 

Cabaz Grande - batata, cenoura, tomate, alho-francês, alface, espinafre, couve-coração. laranja. clementina, pêra rocha e ramo de ervas aromáticas (salsa e coentros).

 

Cabaz Médio - cenoura, tomate, alho-francês, alface, espinafre, laranja, clementina, e ramo de ervas aromáticas (salsa e coentros).

 

Até já :)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Dona Horta

A Dona Horta é um serviço de entrega de produtos frescos, naturais e saudáveis. Preparamos todas as semanas cabazes de fruta e hortaliças da época e entregamos em locais e horários pré-definidos. Este método único reduz significativamente a pegada ecológica associada à distribuição e promove uma maior aproximação entre consumidores e produtores nacionais. Mas mais importante, a Dona Horta ajuda a melhorar a dieta e bem estar da sua família. Tudo o que precisa de fazer é saborear o melhor da nossa terra, pois nós tratamos do resto! Visite-nos em www.donahorta.pt